O PIM PAM PUM regressa a casa – Visite a exposição no 3.º Encontro

O PIM PAM PUM está de regresso ao “Século”!!!

No ano em que a Colónia Balnear Infantil de “O Século” assinala 90 anos de existência, o suplemento Infantil do Jornal “O Século” está de regresso a casa. E nada melhor do que regressar a casa no âmbito de um evento dedicado ao livro e a leitura para crianças e jovens: O 3.º Encontro de Literatura Infanto-Juvenil da Lusofonia.

A mostra, que está patente no recinto da Feira do Livro (junto ao Auditório Comendador Rui Nabeiro), representa uma parte do espólio da exposição “Desenhar sem Apagar”, de Amílcar Abreu – foi um dos principais ilustradores do suplemento infantil PIM PAM PUM -, gentilmente cedida pela Curadora e filha do ilustrador, Filomena Abreu.

Esta exposição, que já percorreu vários concelhos do País, é uma pequena mostra do que foi o PIM PAM PUM, e retrata uma parte do que foi o trabalho desenvolvido pelo ilustrador naquele suplemento do Jornal “O Século”, que esteve também na origem da criação a antiga Colónia Balnear Infantil “O Século”.

O Suplemento Infantil do Jornal “O Século” nasceu há quase 92 anos. A 1 de Dezembro de 1925 saía para as bancas o primeiro nº. 1 do PIM PAM PUM, um jornalinho infantil que, durante anos e anos, todas as terças-feiras, fazia as delícias dos mais pequeninos, e que tinha como objetivo “educar de forma lúdica”.

Percursor e pioneiro, o PIM PAM PUM tornou-se numa referência e criou uma tendência que foi seguida pelos mais importantes jornais da época, a partir dos anos 20 do século XX.

Publicado ao longo de 52 anos, com mais de 2500 números editados, as páginas do PIM PAM PUM estavam preenchidas por ilustrações, banda desenhada, contos, poemas, jogos e concursos dedicados aos mais pequenos.

Não deixe visitar esta exposição!!!