Uma Fábrica de Amor

A Fundação “O Século” foi criada em 1998 para dar continuidade às actividades e ao espírito da Colónia Balnear Infantil, criada em 1927 por João Pereira da Rosa, director e proprietário do jornal “O Século”.

Esta Colónia, situada em S. Pedro do Estoril, vivia dos donativos dos leitores do jornal O Século e destinava-se a dar férias na praia a crianças desfavorecidas, muitas das quais ali viram o mar pela primeira vez.
Com o correr dos anos, os donativos foram escasseando e João Pereira da Rosa entendeu que era necessário inovar procurando nova forma de financiar a Colónia. Para isso criou a Feira Popular de Lisboa cujas receitas revertiam a favor da Colónia Balnear.
Fechada a Feira Popular e na falta dos proveitos que daí advinham, foi necessário voltar a inovar e é esse o caminho que foi tomado pela actual Fundação “O Século”.
Esta inovação levou a um alargamento de uma vasta obra social que apoia diariamente mais de 600 pessoas, parte delas fora das instalações da Fundação, das crianças aos seniores, passando pelo contexto das famílias.
O trabalho da Fundação “O Século” é, hoje em dia, demasiado vasto para ser descrito em poucas linhas e envolve crianças, famílias e idosos, procurando dar-lhes uma vida efectivamente melhor. Por isso, é reconhecida como UMA FÁBRICA DE AMOR.